Less is More - O F.O.R.O.

Um fórum em defesa da Tirania, do Ódio, da Destruição, do Horror Sagrado e do Rock'n'Roll (não necessariamente nessa ordem...)
 
InícioInício  FAQFAQ  MembrosMembros  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 A ciência da legalização

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Mr Mac

avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Dom Jul 31, 2011 8:29 am

Parei no "tratamento para sintomas de AIDS, Glaucoma, Cancer e Esclrerose múltipla." Só falta dizer que maconha rejuvenesce, nasce cabelo em careca e impulsiona a econômia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony Clifton

avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Dom Jul 31, 2011 10:36 am

horse escreveu:
Parei no "tratamento para sintomas de AIDS, Glaucoma, Cancer e Esclrerose múltipla." Só falta dizer que maconha rejuvenesce, nasce cabelo em careca e impulsiona a econômia.

Vá ler e se informar com propriedade, ao invés de abraçar a ignorância que reforça tua crença! Os efeitos farmacológicos da maconha nos pacientes dessas doenças suprime deveras o sofrimento destes indivíduos e melhora muito a qualidade de vida. Fica fácil falar uma merda dessas quando não é você que precisa se submeter a uma quimioterapia ou coquetel de remédios, cujos efeitos colaterais são horrorosos, tratados com a eficiência necessária, veja só, através da cannabis. Não descobriram, para esses casos, remédio melhor.


Ah sim, não rejuvenesce nem cresce cabelo, mas impulsiona a economia. Amsterdã é um exemplo!


Quanto à opinião do Morricone de que seria a transição que aumentaria o número de usuários, a maconha já foi legalizada e jamais foi um problema social endêmico. Ademais, o que reduziu o número de tabagistas foi INFORMAÇÃO e campanhas educativas, que só são efetivas em relação ao que é regularizado. Como disse o Coloné num post, cuja analogia se subsume à perfeição: proibição gera desobediência, disciplina gera obediência.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony Clifton

avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Dom Jul 31, 2011 11:19 am

Viciado em videogame morre após 12 horas de jogo

Ok, agora vamos proibir os videogames!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mr Mac

avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Dom Jul 31, 2011 11:38 am

The O. escreveu:
Os efeitos farmacológicos da maconha nos pacientes dessas doenças suprime deveras o sofrimento destes indivíduos e melhora muito a qualidade de vida.









É vdd.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony Clifton

avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Dom Jul 31, 2011 11:43 am

horse escreveu:
The O. escreveu:
Os efeitos farmacológicos da maconha nos pacientes dessas doenças suprime deveras o sofrimento destes indivíduos e melhora muito a qualidade de vida.









É vdd.


Sim, tudo aí em cima é maconheiro com câncer, decerto. Para um leitor de Mainardi, até que tu se sai bem em desonestidade intelectual... Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mr Mac

avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Dom Jul 31, 2011 12:18 pm

O que Mainardi tem haver com as calças? É desonestidade intelectual afirmar que dificilmente um sujeito começa usando crack, LDS ou cocaina sem antes começar pelas drogas mais baratas como maconha? hum. Faz assim, consulte qualquer especialista no assunto se tens dúvida disso. Provavelmente todos são desonestos. Fico pensando se um dia seu filho quiser fumar um e você permitir, o próximo passo, uma cocaina ou crack ele te perguntaria. Ai sua honestidade intelectual iria para as cucuias. Só dá pra ser honesto por completo, não por partes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heisenberg

avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Dom Jul 31, 2011 12:27 pm

Mijei de rir com esse quadrinho. Laughing Laughing Laughing

_________________
"Eu fico com a liberdade, o dinheiro e as armas. Vocês ficam com a mudança."

Conservadores Americanos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Brunes

avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Seg Ago 01, 2011 5:46 pm

Esse negócio de droga leve ou pesada é uma tolice tremenda! Droga é uma substancia que faz mal ao organismo e causa alucinação. Pronto! Leve ou pesada é a mesma coisa! Portanto se é pra legalizar tem que legalizar tudo, caso contrário termos a venda de maconha nas lojas beneficiando os maconheiros desocupados e manés da classe média enquanto que a periferia vao continuar refém do tráfico das drogas que dão realmente lucro aos traficantes(crack, cocaina...). Não vai resolver é porra nenhuma!
Minha opinião: Legalize tudo. Tudo mesmo! Quem quiser encher o rabo dessas merdas que o faça.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aristocrata

avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Seg Ago 01, 2011 8:09 pm

Citação :
O adeus do polemista na coluna "Diário da Corte"

Último texto fala de maconha e incesto e termina com frase de Alfred de Musset: "Vim muito tarde para um mundo muito velho"

Paulo Francis transmitiu sua última coluna "Diário da corte" (publicada no GLOBO e no "Estado de S.Paulo") para o Brasil na manhã de terça-feira, dia de sua morte. Nela, o jornalista lembra que "American pastoral", o novo livro de Philip Roth, não-ficção, é sobre os anos 60, "tão copiados e suspirados pela geração de hoje, que pouco sabe do assunto, a julgar pelas imitações que vejo". Ele diz também que "Shabbath’s theatre", o último romance de Roth, é literatura superior, "mas difícil para o leitor que quer tudo empacotado em clichês, principalmente o que deve sentir". Ainda sobre literatura, Francis escreve: "Uma editora modesta de Nova York descobriu um inédito de Salinger, ou seja, uma novela esquecida. Vai publicá-la e lavar a égua. Vende tudo em meia hora". Ele diz sobre o Brasil. "Somos hoje os maiores turistas do mundo (...) Se importássemos toneladas de neve, Dornelles imporia tarifa proibitiva?. E fala da peça "Breaking the cole", com Derek Jacobi, Amanda Root, Prunela Scales e Harold Pinter: "Ter toda essa gente junta numa peça é um privilégio dos ingleses. "No fim da coluna, cita Alfred de Musset: "Vim muito tarde para um mundo muito velho." Eis outros trechos da coluna:

· MACONHA: Fede. Em algumas pessoas, dá um bode, um mal-estar enorme. Mas álcool também não cai bem em muita gente. O "Jornal de Medicina" da Nova Inglaterra publicou um editorial, semana passada, aprovando o uso de maconha para doentes com dor. Na Califórnia, maconha para paciente foi aprovada num plebiscito. Mas a resistência é grande. Em parte é de pessoas que consideram drogas maléficas e diabólicas, uma possessão do demônio em forma química. Na maior parte são as burocracias, imensas, de Justiça e Policia, que recebem suas verbas enormes para combater o uso de drogas. Não combatem bem, para dizer o mínimo. Em qualquer esquina de cidade grande nos EUA há um traficante provando a versatilidade da livre empresa.

Maconha fede. Só dá um torpor, leva-nos à introspeção. Não é uma droga sociável, como cocaína, em que o tomador trinca os dentes e fala pelos cotovelos. O duque de Windsor, ex-rei da Inglaterra, que abdicou do trono para se casar com uma comum, Wallis Slmpson, no fim da vida estava com uma bronquite dos diabos. Foi ao médico. que lhe disse que parasse de fumar. O duque reclamou da perda do vício delicioso. O médico recomendou maconha. O duque disse que não podia a essa altura da vida virar maconheiro. Ibrahim Sued, de quem li essa história, aprovou o comportamento do duque.

Droga devia ser legalizada. Com os devidos controles para crianças, que, de resto, existem para álcool e cigarros. Não há vicio de drogas. Há viciados. Conheço gente que não pode tomar droga porque não pára mais. Mas há muito mais pessoas que tomaram drogas de toda espécie, pararam; ou continuam vez por outra, e nada acontece com sua capacidade de funcionar. Maconha é das mais inofensivas.

SEGUNDO CADERNO - jornal O Globo de 9 de fevereiro de 1997




Para encerrar (Oh, Glória! Hosannah nas Alturas!!!), a célebre "Quando eu fumo maconha, fico com vontade de ouvir Wagner" Bow Bow Bow Bow Bow Bow Bow Bow Bow Bow Bow Bow Bow
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
W.AR
Admin
avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Seg Ago 01, 2011 8:22 pm

Aristocrata escreveu:



Para encerrar (Oh, Glória! Hosannah nas Alturas!!!), a célebre "Quando eu fumo maconha, fico com vontade de ouvir Wagner"

aber er ist der Führer!

_________________
eu tava na capelinha... eu não sei rezar pai nosso... tava pensando em xoxóoootaaaa

OPJVM
| ODJVM | ODJN | POTASSJVM | KNTKNKKT | YARR | LATEM YVAEH | HVMVNGVS FVNGVS | SELETOTSIRA ED ANRETNAL | SHGNAL SARDAM | ROD AD ETNEMES | SAGNARAKSAVEN | 11!!!ÀDNERRVS ÀVEN | !?EM 2 NJKLAT V R KÒÒòV | MVRONJVJD AJVLAS | RfP fO SDOX | SSALC ON
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
XMT
Admin
avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Seg Ago 01, 2011 10:53 pm

Mais a Eva estava mais pra cocaina...

_________________
www.APUTAQUETEPARIU.com
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Coroné
Admin
avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Ter Ago 02, 2011 12:14 am

W.AR escreveu:
Aristocrata escreveu:



Para encerrar (Oh, Glória! Hosannah nas Alturas!!!), a célebre "Quando eu fumo maconha, fico com vontade de ouvir FAGNER"

Smiley und ihr Führer!
Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked

_________________
AL-HARBV AL-MVQADDASATV!!!1 | LATEM YVÆH \m/ | CSSML†NDSMD†VRSNSMV†SMQLIVB | NJEMALS KAPJTVLJEREN/NÈVÁ SVRRENDÁ!!!11111 | поцеловать мою задницу
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
W.AR
Admin
avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Ter Ago 02, 2011 7:37 am

um dia vestido...(solo de cuíca)... de saudade vivaaa....

_________________
eu tava na capelinha... eu não sei rezar pai nosso... tava pensando em xoxóoootaaaa

OPJVM
| ODJVM | ODJN | POTASSJVM | KNTKNKKT | YARR | LATEM YVAEH | HVMVNGVS FVNGVS | SELETOTSIRA ED ANRETNAL | SHGNAL SARDAM | ROD AD ETNEMES | SAGNARAKSAVEN | 11!!!ÀDNERRVS ÀVEN | !?EM 2 NJKLAT V R KÒÒòV | MVRONJVJD AJVLAS | RfP fO SDOX | SSALC ON
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Brunes

avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Ter Ago 02, 2011 12:05 pm

Até o Aristocrata é maconheiro! Sad
Esse mundo está realmente perdido Sad
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
W.AR
Admin
avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Ter Ago 02, 2011 12:24 pm

Brunes, agora que o Alborghetti mó rreu Sad , o unico não-maconheiro que sobrou é o cap. Nascimento

_________________
eu tava na capelinha... eu não sei rezar pai nosso... tava pensando em xoxóoootaaaa

OPJVM
| ODJVM | ODJN | POTASSJVM | KNTKNKKT | YARR | LATEM YVAEH | HVMVNGVS FVNGVS | SELETOTSIRA ED ANRETNAL | SHGNAL SARDAM | ROD AD ETNEMES | SAGNARAKSAVEN | 11!!!ÀDNERRVS ÀVEN | !?EM 2 NJKLAT V R KÒÒòV | MVRONJVJD AJVLAS | RfP fO SDOX | SSALC ON
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kollaps

avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Ter Ago 02, 2011 12:36 pm




Adoro o capitão Nascimento e os Tropa de Elite e conheço bem o discurso "são esses playboys mauricinhos que sustentam essa corja de traficantes". E até concordo com ele.

Mas agora, aparentemente, os traficantes estão sendo excluídos da equação... (O que me faz pensar: por que essa operação não foi feita antes? Melhor ainda: por que ela está sendo feita agora? Tenho certeza de que existem mil boas razões para isso e que você está ansios@ pra me elucidar. Então fique à vontade nos comentários.) ...então, porque não considerar o assunto? Tipo, se o bagulho fosse legalizado, não teria tráfico, né?

Veja só, pelo que li foi encontrada 30 toneladas ou mais de erva. Ora, isso é coisa pra caramba. Quer dizer, se você tem 30 toneladas de produto estocado, tem bastante gente consumindo isso, né? Não dá pra levar isso em consideração em uma discussão?

A maconha tem muitos problemas. É considerada a porta de entrada para outras drogas, tipo a cocaína e o crack. Dizem que ninguém começa a usar drogas direto pela cocaína. Sempre se começa pela maconha e depois se procura algo mais forte. Mas também isso não quer dizer que todo mundo que fuma maconha vai necessariamente passar pra cocaína. Se você souber de algum estudo com estatísticas, por favor me apresente. Toda a informação é bem-vinda.

Outro problema com a maconha é que ela pode induzir a surtos psicóticos que duram de 7 a 10 dias. Com a maior quantidade de consumo da erva esses surtos podem durar indefinidamente. E entenda por surtos psicóticos alienação e alucinações. Entretanto, aparentemente esses surtos acontecem numa quantidade pequena de pessoas, que tem uma pré-disposição. Novamente me falta acesso a pesquisas confiáveis e a gente fica no achismo. Mas nunca conheci ninguém que tenha tido o tal surto.

O ponto positivo da maconha: a sensação é ótima. Claro que isso depende de pessoa pra pessoa, mas as 30 toneladas de estoque indicam que uma quantidade significativa de seres curtem esse barato. E tirando os tais surtos psicóticos que acontecem numa parcela menor, aparentemente ela não tem consequências graves. Acredite em mim, muita gente que você admira consome ou consumiu essa erva alguma vez na vida.

Podem argumentar que essa comparação não é válida, mas a bebida é legalizada e causa muito mais dano que a maconha. Se a maconha não pode ser legalizada, por que a gente não proíbe a bebida também? E todos os argumentos que você possa me dar a favor da legalização da bebida, que sejam utilizados a favor da erva. Oras. Você curte dar um golinho e o outro cidadão não pode dar um tapinha? Oras.

Então, 2010 não acabou e antes do fim do ano vou tentar legalizar a erva. Podia ser algo com consumo restritivo, tipo Amsterdã. Você só pode ficar maluco na sua casa ou em um ambiente apropriado. E se fosse pego consumindo em público, tinha que pagar multa pesada. Tipo, devia ser assim com a bebida também. Acho justo.

Vou escrever agora mesmo minha cartinha pro Presidente. E pro Papai Noel também.

****

Na minha opinião, esse assunto merece uma abordagem mais séria. Mas estou completamente sem tempo de pesquisar textos e documentos pró e contra a ideia pra escrever um texto decente, por isso me perdoem a superficialidade.

Fonte: http://liberland.blogspot.com/2010/12/mas-2010-ainda-nao-acabou-ainda-vou.html

Eu achei esse texto muito válido pra bostar aqui, até porque vem muito a calhar com a discussão.

_________________
"The creation and destruction of harmonic and 'statistical' tensions is essential to the maintenance of compositional drama. Any composition (or improvisation) which remains consistent and 'regular' throughout is, for me, equivalent to watching a movie with only 'good guys' in it, or eating cottage cheese." FZ
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ForoFock

avatar


MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   Sab Ago 06, 2011 7:44 pm

horse escreveu:
Singular como a "bandeira de Amsterdam" sempre é levantada sem levar em conta muitas vezes as incriveis diferenças gritantes na questão politica e social daquela cidade com qualquer cidade Brasileira. Uma coisa é liberar "drogas leves" para uma cultura moderna que faz uso dela como artistas e intelectuais fazem, sem a militancia de surfistas ou frequentador da cracolandia. Outra é liberar para um pais com indices de analfabetismo gritante e politicas públicas vergonhosa que vislumbra uma liberação irresponsavel. É como querer dar cigarro para bebes. Laughing
Falou tudo Hitler
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A ciência da legalização   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A ciência da legalização
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» ÉTICA OU «ÉTICAS»...

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Less is More - O F.O.R.O.  :: GERÁV-
Ir para: